Saúde

Prorrogada a Campanha de Vacinação contra a Influenza

A preocupação é com crianças de 0 a 5 anos


Publicado em: 18/06/2018 17:56 | Fonte/Agência: Ascom | Autor: Ascom

 

Atenção!! A Campanha de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até 22 de junho. O objetivo é alcançar a meta de 90% do público prioritário determinado para a imunização. A preocupação é com crianças de 0 a 5 anos que fazem parte do grupo de risco, uma vez que possuem maior risco para complicações e óbitos pela doença. Por isso, pais e responsáveis fiquem atentos ao prazo e procurem a unidade de saúde mais próxima.

Todos os anos, os subtipos dos vírus da gripe que serão incluídos na vacina mudam. Isso se dá por existir diferentes causadores dessa infecção, que circulam pelo mundo e sofrem mutações com frequência. Quem define a composição da vacina é a Organização Mundial da Saúde (OMS), que reúne e analisa as informações enviadas por centros de vigilância de todos os países. Aqui no Brasil, em 2018, os tipos de vírus incluídos em nossa campanha são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata.

A recomendação da vacina é para grupos específicos, cuja a escolha se deve ao fato de eles serem mais vulneráveis aos efeitos da gripe e sofrerem mais com seus sintomas e desdobramentos. Veja quais são: 
•Crianças de 6 meses a menores de 5 anos
•Pessoas com mais de 60 anos
•Gestantes
•Mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias
•Profissionais da saúde
•Professores da rede pública e particular
•População indígena
•Portadores de doenças crônicas, como diabetes, asma e artrite reumatoide
•Indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia
•Portadores de trissomias, como as síndromes de Down e de Klinefelter
•Pessoas privadas de liberdade
•Adolescentes internados em instituições socioeducativas

Todas as orientações sobre a vacinação serão dadas pelos profissionais das unidades de saúde. Procure a Estratégia Saúde da Família (ESF) de sua referência.