Saúde

Dezembro marca campanha de prevenção contra a Aids

Unidades de Saúde do município oferecem atendimento e distribuem preservativos, durante todo o ano, gratuitamente


Publicado em: 06/12/2018 17:18 | Fonte/Agência: Secretaria de Estado de Saúde | Autor: Ascom

 

A AIDS é uma doença séria e afeta todo o mundo. Por isso, disseminar informações sobre a doença e sua forma de prevenção é muito importante. Por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o Brasil é referência internacional no tratamento de AIDS, disponibilizando ao cidadão o coquetel de medicamentos, bem como o acesso gratuito a testagem de sorologia e ao preservativo (camisinha). Todas as unidades de saúde de Matozinhos oferecem esses atendimentos.

Diferença entre HIV e AIDS

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da AIDS, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. E é alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

AIDS é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada, é causada pelo vírus HIV. Como esse vírus ataca as células de defesa do nosso corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. Hoje em dia, é possível ser soropositivo e viver com qualidade de vida. Basta tomar os medicamentos indicados e seguir corretamente as recomendações médicas. Saber precocemente da doença é fundamental para aumentar ainda mais a sobrevida da pessoa.

Transmissão

A transmissão do HIV se dá principalmente por via sexual, seja ela anal, vaginal ou oral. Outras formas de transmissão são por meio da transfusão de sangue contaminado e seus derivados; através do uso de drogas injetáveis e compartilhamento de seringas, canudos e cachimbos; materiais perfuro cortantes não esterilizados; ou por meio da transmissão vertical de mãe para filho. Vale destacar que, mesmo assintomático, o portador pode continuar a transmitir o vírus.

Evitar a Aids não é difícil! Fique atento para as recomendações abaixo:

- Uso do preservativo (masculino ou feminino) em todas as relações sexuais;

- Não compartilhamentos de agulhas, seringas, canudos, cachimbos;

- Uso de material esterilizado na aplicação de tatuagens e piercings;

- Realização de pré-natal com exames, na gestação;

- Evitar transfusão sanguínea sem o controle rigoroso das bolsas;

- Evitar materiais não esterilizados em clínicas odontológicas, nas manicures, barbearias, etc;

- Evitar o uso abusivo de álcool e outras drogas ilícitas. Elas podem alterar o nível de consciência do indivíduo e a capacidade de tomar decisões sobre a forma de se proteger.

- Por outro lado, o vírus do HIV NÃO SE TRANSMITE através do beijo, abraço, aperto de mão, por meio do uso de copos e talheres compartilhados, de piscina e sauna.

 

Informações: Secretaria de Estado de Saúde e Subsecretaria Subsecretaria Municipal de Atenção à Saúde