Símbolos

Home / Símbolos

bandeiraBrasão

Há muito tempo, reclamava-se a instituição dos símbolos municipais de Matozinhos. Diversos fatores, entretanto, conspiravam para que esse feito fosse sempre adiado. Sua necessidade, no entanto, era sentida principalmente em participações de autoridades executivas ou legislativas em Congressos, Encontros ou Seminários em que drapejavam bandeiras da maioria dos Municípios participantes.

Outra reclamo no mesmo sentido, emanava da própria peculiaridade do Município: considerado histórico e com participação efetiva no contexto humano e econômico do Estado. Temos, por exemplo, um “cruzeiro” ou “santa cruz” erguido quase em frente à principal via pública da Cidade, com data impressa em baixo-relevo, determinando a época de sua construção: 1786. Na “Fazenda Matozinhos” assinou-se o termo de rendições dos liberais às tropas de Caxias, em 1842. Aqui viveram indígenas, há mais de 4.000 anos deixando pinturas rupestres que desafiam o tempo e fazem a importância das grutas de Cerca Grande e Porções. O lado da importância da manifestação artística e da resistência do material empregado nos desenhos está o fato de ter existido aqui, antes da civilização helênica e contemporânea da egípcia, uma forma expressiva de cultura.

A participação humana e econômica, por sua vez, é sempre mais expressiva, ao lado de matozinhenses ocupando cargos de relevo no Estado, temos o nascente parque industrial do Município, gerando empregos e movimentação de riquezas, em ritmo sempre ascendente. Caio Martins, escoteiro padrão do Brasil, nasceu em nossa Cidade.

Todos esses fatores juntaram-se, num amálgama de circunstâncias e fatos, que deveriam ser sintetizados nos símbolos municipais: brasão e bandeira. Seriam eles, os representantes das peculiaridades locais: de sua história, de seu sítio geográfico, de suas riquezas e de seu trabalho. Representariam, assim, a personalidade e a independência do Município.

Com esse ideal, os representantes da comunidade uniram-se e dedicaram escolher aqueles símbolos que melhor caracterizassem o nosso Município. Após os trabalhos artísticos desenvolvidos, chegou-se à escolha do brasão e da bandeira de Matozinhos.

O círculo se completa:

Calcáreo – mineral

Boi – animal

Milho – vegetal

Industrial – o trabalho

E o bandeirante, muito mais que as recordações dos bravos que rasgaram estes imensos sertões e, sobretudo, a presença do homem objetivo primeiro e o maior de todo trabalho comunitário.

Para a Bandeira, colocou-se o brasão acima descrito, no centro de faixas cuja cores significam: o amarelo do milho maduro e o azul do calcáreo puro, que também são cores da Bandeira Nacional; representam ainda, a riqueza mineral e o azul que cobre a humanidade.

Com estas simples alusões, de pequena profundidade técnica, procurou-se mostrar a importância e o significado dos nossos símbolos municipais. Eles representarão, sempre, a autonomia da Cidade e sua independência administrativa. Sua história e os ideais de seus habitantes. Suas riquezas e o trabalho de seu povo.

Respeitando-os, estaremos respeitando nossa Terra. Esperamos todos, continuarmos a nos orgulhar deles.

(Texto de Claudomiro Cupertino Filho – “Fio de Colô”)

Agenda
PREFEITURA MUNICIPAL DE MATOZINHOS
Praça Bom Jesus, 99, Centro - Matozinhos/MG
(31) 3712-7582
  • Google+